Fones: (12) 3624-8602 / 3411-1940
Email: siteluzdoislam@gmail.com

Hierarquia dos Artigos
Início dos Artigos » O Alcorão Sagrado » Capítulo 101, Al-Qariah (A Calamidade)
Tamanho da Fonte
Capítulo 101, Al-Qariah (A Calamidade)

http://wallpapersfun.com/wp-content/uploads/2017/10/Armageddon-HD-Wallpapers.jpg

 

Descrição: Deus descreve cenas do Dia do Juízo.

Por Aisha Stacey (© 2019 IslamReligion.com

 

A Calamidade é um pequeno capítulo de Meca com onze versículos.  Como é o caso com a maioria dos capítulos de Meca, este capítulo também foca nas crenças fundamentais do Islã.  Neste capítulo, nos são apresentadas cenas do Dia do Juízo e somos confrontados com a possibilidade de um resultado chocante na Outra Vida.  Ele lida com o que acontece naquele Dia memorável e também ao que ele levará. 

Versículos 1-3 Um golpe surpreendente

A Hora é um dos nomes que Deus usa para o Dia do Juízo.  Ao longo do Alcorão, Ele usa muitos nomes diferentes, cada um projetado para transmitir um aspecto particular do evento que abalará a terra.  Outros nomes usados incluem o Esmagador, o Alarido Ensurdecedor e a Grande Catástrofe.  

Al-Qariah é mais frequentemente traduzido como A Hora Impressionante, mas também é conhecido como A Calamidade, ou o Sopro Estrondoso.  A palavra Qariah descreve todas estas coisas.  Originalmente a palavra Qariah significava aquele que bate, uma pancada ou um golpe, o ato de bater, e um único golpe.  No entanto, no sentido mais amplo, pode significar uma grande desgraça ou calamidade.  Com qualquer definição, transmite uma sensação de alarme e um ruído espantoso.  É algo que abala até o âmago e enche de temor.

Assim, Deus está nos avisando de que haverá uma hora impressionante, que nos congelará até os ossos.  Ela nos tirará da nossa complacência.  Sabem o que é, Deus pergunta? Sabem o que significa?  O que lhes fará entender que este Dia e esta Hora serão uma realidade?

A realidade deste evento, porém, é de que é grande demais para ser totalmente compreendido.  A pergunta de Deus é retórica, porque a verdade é que nós nunca o entenderemos completamente até experimentá-lo.  Deus acompanha Sua pergunta com algumas cenas que descrevem esse Dia.

Versículos 4 - 5 Mariposas e montanhas

Este é o Dia em que as pessoas serão como mariposas dispersas e as montanhas serão como tufos de lã.  A fim de nos ajudar a compreender, Deus menciona duas coisas com as quais as pessoas estão familiarizadas.  As pessoas (humanidade) se orgulham de sua inteligência e de suas habilidades.  Consideramo-nos inteligentes e capazes de nos organizar em comunidades e sociedades viáveis.  No entanto, neste Dia inevitável isso não significará nada.  Todas as pessoas estarão tão assustadas e chocadas que seremos como mariposas dispersas, correndo em todas as direções sem ter certeza do que fazer ou de como se comportar.  Todos nós já observamos mariposas, voando em todas as direções e muitas vezes voando direto para o perigo.

As montanhas também são um objeto com o qual estamos familiarizados.  Parecem guardiões da terra, fortes e impenetráveis.  As montanhas são partes da criação imponentes e insuperáveis, mas neste Dia deixarão de estar fixadas a terra como estacas; estarão, em vez disso, como tufos de lã, ou como em algumas traduções, como lã cardada.  Em ambos os casos é lã que não é mais estável, dispersa do todo.  A ordem presente do mundo será subvertida.  As pessoas estarão confusas, correndo como mariposas atraídas para uma chama e as montanhas estarão suspensas ou em ruínas.

Versículos 6 - 7 Balanças pesadas

Em seguida, Deus muda a narrativa para um aspecto diferente do Dia do Juízo, o Julgamento em si.  A pessoa cuja balança for pesada com boas ações saberá que terá uma boa vida na Outra Vida.  As primeiras cenas deixam as nossas mentes em pânico, tudo o que sabemos sobre o mundo mudará.  Mas agora Deus alivia o golpe.  Aqueles com balanças pesadas com boas ações não têm nada a temer; terão uma vida onde as necessidades da vida não serão uma preocupação, tudo será fornecido, e ficarão satisfeitos.  Em outras palavras, é uma vida cheia de contentamento e alegria.

Versículos 8 - 9 Balanças leves

Por outro lado, haverá pessoas diante de Deus com balanças leves.  Suas más ações superam muito suas boas ações.  Essas pessoas não terão morada na Outra Vida, além do abismo.  Serão lançadas em um poço profundo.  A palavra árabe é Hawiyah, geralmente usada para descrever um desfiladeiro profundo que desce interminavelmente.  Hawiyah é um desfiladeiro profundo no Inferno.  A pessoa estará completamente cercada e firmemente presa no abismo.  

Versículos 10 - 11 O abismo

Mais uma vez Deus pergunta o que o fará ciente do que é este castigo.  Como pode realmente saber a profundidade do abismo ou o que isso implica? Está além da compreensão e da imaginação; só se pode esperar por uma ideia ou uma dica do que será.  Deus responde Sua própria pergunta e não deixa sua mente à vontade.  A resposta vem como um golpe rápido para os sentidos.  O abismo é um fogo ardente, um desfiladeiro profundo de fúria, cuspindo chamas e fogo. 

 

https://www.islamreligion.com/pt/articles/11317/capitulo-101-al-qariah-calamidade/

Navegação de Artigos:
<< Artigo Anterior || Próximo Artigo >>

Compartilhar esse Artigo:
Url
BBCode
HTML

Centro Islâmico de Taubaté © 2009-2019, todos os direitos reservados.
Rua Benedito Silveira Moraes, 221, Bairro Jardim do Sol - Taubaté - SP. CEP: 12070-290. Fones: (12) 3624-8602 / 3411-1940.
E-mail:
siteluzdoislam@gmail.com

3,445,368 visitas únicas

site desenvolvido por www.wsdbrasil.com.br

Powered by PHP-Fusion copyright © 2002 - 2019 by Nick Jones. Released as free software without warranties under GNU Affero GPL v3